MP denuncia pai e avó de menina encontrada enterrada na casa da família

Fernando Garcel e Ricardo Pereira - BandNews FM Curitiba



O Ministério Público do Paraná (MP-PR) apresentou denúncia contra o pai e a avó paterna de Eduarda Shigematsu, 11 anos, que foi morta e teve o corpo escondido no quintal da casa da família. A denúncia é de homicídio, ocultação de cadáver e falsidade ideológica. Ricardo Seidi e Terezinha Guinaia estão presos. O caso aconteceu em Rolândia, no norte do Paraná, no mês de abril.

> Corpo de menina desaparecida é encontrado enterrado na casa da família
> Justiça prorroga prisão temporária de pai e avó de Eduarda Shigematsu

O MP sustenta os agravantes de meio cruel – já que ela foi morta por asfixia – sem chance de defesa, e por feminicídio, já que a agressão teria relação com o fato de Eduarda ser mulher. Pai e avó também tentaram adulterar a realidade dos fatos para dificultar a investigação, segundo o Ministério Público.

A denúncia do MP-PR foi apresentada ontem (25) à Justiça. O inquérito policial havia sido concluído na última segunda-feira (24). A motivação do crime ainda não foi divulgada publicamente. Caso a Justiça aceite a denúncia e condene os dois, as penas podem somar mais de 30 anos de prisão.

Previous ArticleNext Article