Menina de 15 anos teve filho após abuso do padrasto no Paraná

Vinicius Cordeiro

MP denuncia médico que discriminou enfermeira por orientação sexual

A mãe e o padrasto de uma adolescente de 15 anos foram denunciados pelo MPPR (Ministério Público do Paraná) por abuso sexual. Segundo o MPPR, a menina teria tido um filho, em 2018, que supostamente seria fruto de uma agressão do homem.

O fato ainda está sendo apurado, mas há indícios que embasam a tese. A denúncia foi apresentada à Justiça nesta quinta-feira (24).

O caso teve grande repercussão na cidade porque os primeiros atos de violência teriam começado há quatro anos, ou seja, quando a menina tinha apenas 11 anos.

Para completar, conforme as informações do MPPR, a mãe seria conivente e também seria agente da violência.

O processo tramita em sigilo e a Justiça decidirá se aceita a denúncia contra o casal.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="665729" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]