Mulher é assassinada e tem corpo jogado no rio; filho da vítima é abandonado em carro

Ricardo Pereira - BandNews FM Curitiba


A polícia investiga a autoria e motivação do assassinato de uma mulher de 25 anos entre os municípios de São José dos Pinhais e Piraquara, na Região Metropolitana de Curitiba. O filho dela, de apenas quatro anos, estava no carro e é a única testemunha do crime.

O veículo estava atolado a alguns metros de um rio, onde o corpo de Beatriz Stefanichan de Almeida Santos foi encontrado, minutos depois. A ocorrência começou no final da tarde de ontem (16), quando um motociclista percebeu uma movimentação estranha no veículo, que poderia ser um sequestro.

O subtenente Valdir, da Polícia Militar, explica como o atendimento foi feito até a localização do automóvel e do corpo.

“Essa situação começou no final da tarde, como se fosse um sequestro de um veículo com uma criança no banco traseiro. Um conduzindo o veículo e outro com ferimentos. Fizemos várias rondas e uma família da região viu ele neste local. A gente chegou, mas a Força Nacional já se encontrava com a criança.

O caso está sob investigação da Delegacia de Piraquara. O investigador Sérgio Klaar diz que as marcas dentro do carro mostram que, provavelmente, a mulher lutou com o assassino.

“Não sabemos ainda que tipo de arma foi usada. A princípio, foi uma contundente. O que nos passaram foi que foi um roubo agravado, aonde tinham mantido a motorista e o filho como refém”, completou.

O menino, de quatro anos, foi entregue aos avós e a polícia deve tentar conseguir, com ele, alguma informação que possa ajudar na identificação do assassino.

Previous ArticleNext Article