Mulheres em situação de vulnerabilidade podem ajudar a restaurar o Museu Paranaense através de projeto

Redação

mulheres em vulnerabilidade em projeto de restauração

Mulheres em situação de vulnerabilidade podem ajudar na restauração do Museu Paranaense, localizado em Curitiba. Isso acontece através da segunda edição do projeto RestaurAção, que vai capacitar oito mulheres refugiadas e vítimas de violência doméstica a fazer pinturas parietais nas salas da instituição.

O RestaurAção aconteceu pela primeira vez em 2019 no Museu Alfredo Andersen, com oito mulheres indicadas pela Casa da Mulher Brasileira. Desta vez, as selecionadas têm a oportunidade de realizar a ação no Museu Paranaense, aprendendo técnicas do restauro com a artista Tatiana Zanelatto.

museu paranaense restauração
Museu Paranaense completa 145 anos em 2021. (Foto: Divulgação)

Um financiamento coletivo acontece para viabilizar a segunda edição do projeto, com o objetivo de arcar com os custos do restauro e fornecer bolsa-auxílio, acompanhamento psicológico, alimentação e transporte para as mulheres.

A arrecadação tem uma meta que deve ser alcançada até o dia 25 de fevereiro, com doações a partir de 20 reais com direito a recompensas como bottons, ecobags, pôsteres e camisetas. Caso o objetivo não seja atingido, o dinheiro será devolvido às pessoas que já haviam contribuído.

O Museu Paranaense completa 145 anos em 2021 e é o terceiro mais antigo do Brasil, com vários acervos históricos. A atual sede local é localizada no Palácio São Francisco, antiga sede do governo estadual, erguida entre 1928 e 1929.

Clique aqui para fazer a contribuição ao projeto

Previous ArticleNext Article