Multa pelo uso de cerol em pipas avança na Câmara de Curitiba

Redação

Uso de cerol e linha chilena estão próximos de serem proibidos no Paraná

Os vereadores de Curitiba aprovaram em primeiro turno nesta quarta-feira (25) a proibição do uso de cerol em pipas, estabelecendo multa de até R$ 2 mil pelo crime.

O cerol é feito com uma mistura de vidro e cola e pode provocar acidentes graves em ciclistas e motociclistas. Também está prevista na lei a proibição da linha chilena, que além de vidro também tem alumínio em sua composição.

Caso as equipes de fiscalização encontrem o material, ele deverá ser recolhido e destruído. A autora do projeto, vereadora Fabiane Rosa (PSD), defendeu a proposta apontando um crescimento nos acidentes causados pelo cerol.

“Tivemos 3 ocorrências até o mês de março e saltamos para 500 até a metade deste mês. É um fio que parece inocente, mas causa acidentes gravíssimos, podendo levar à morte é uma arma em potencial escondida em um fio. Pipa é brincadeira, cerol é crime”, pontuou a vereadora.

O texto precisa agora ser aprovado em uma segunda votação pelos vereadores. Essa nova discussão será realizada na próxima segunda-feira (29).

Caso a proposta seja aprovada sem alterações, segue para a sanção do prefeito de Curitiba, Rafael Greca, que pode aprovar, retornar o projeto para a Câmara com vistas ou vetar integralmente o texto.

Previous ArticleNext Article