Criação de novo Museu de História Natural em Curitiba está mais próxima

Angelo Sfair

museu de história natural de curitiba

Curitiba deu um passo importante para a criação de um novo Museu de História Natural. Foi aprovada pela Câmara Municipal, nesta segunda-feira (17), a troca de terrenos em uma área vizinha ao Jardim Botânico, um dos principais cartões postais da capital paranaense. O projeto foi enviado aos vereadores pela Prefeitura e ainda precisa passar por uma segunda votação.

A administração municipal tenta confirmar a permuta dos terrenos, avaliados em R$ 9,5 milhões, para viabilizar a construção de um novo museu. A Prefeitura oferece pouco mais de 10 mil m² em imóveis pelos dois terrenos anexos ao parque, de 1.564 m² e de 3.307,5 m². Os lotes privados pertencem a uma imobiliária.

A troca foi aprovada em primeiro turno com 23 votos favoráveis, 4 contrários e 1 abstenção. O projeto será debatido em segundo turno nesta terça-feira (18). Alguns parlamentares ainda questionam o cálculo da avaliação dos terrenos.

Vereadores, como Professor Euler (PSD) e Professora Josete (PT), questionam se os imóveis da Prefeitura não tiveram o valor de mercado supervalorizados, incorrendo no risco de o Executivo ser obrigado a recompensar a imobiliária Trevo financeiramente no futuro.

“Isso é feito dentro de uma margem de negociação: os imóveis da prefeitura foram colocados no valor de mercado no máximo e os imóveis da Trevo foram colocados no valor de mercado entre o mínimo e o médio. O valor é combinado para que ninguém tenha que voltar dinheiro pra ninguém. Trata-se de uma margem de negociação absolutamente comum”, defendeu Pier Petruzziello (PTB), líder do prefeito na Câmara Municipal.

Museu de História Natural

A criação de um novo Museu de História Natural foi prometida pelo prefeito Rafael Greca (DEM) em 2017. A nova atração foi anunciada há dois anos após um acordo da prefeitura com a Universidade Federal do Paraná (UFPR).

A ideia seria reunir em um mesmo local o acervo da UFPR, do Museu Botânico Municipal e do Museu de História Natural do Capão da Imbuia – que já é referência na área para pesquisadores de todo o Brasil. De acordo com Greca, a nova instituição seria um dos maiores museus do Brasil, replicando o modelo norte-americano e com grande potencial turístico.

Previous ArticleNext Article