Não há previsão de julgamento dos acusados de matar youtuber no PR

Redação


A morte da youtuber e modelo Isabelly Cristine Santos, 14 anos, assassinada com um tiro na cabeça, na PR-412, em Pontal do Paraná, no litoral do Estado, quando voltava para casa em um carro, acompanhada da mãe e mais duas pessoas, completa um mês nesta quarta-feira (14).

Justiça aceita denúncia contra irmãos acusados de matar youtuber
“Para mim, aquilo era um assalto”; autor de disparo que matou youtuber diz que tentou se defender
Mãe de youtuber morta publica último vídeo da filha: “o sonho não acabou”

A Promotoria de Pontal do Paraná afirmou à CBN Curitiba que a comarca da cidade tem uma grande demanda de julgamentos, por isso, não é possível ter uma previsão de quando os dois acusados serão levados ao júri. De acordo com a promotoria, alguns casos semelhantes a esse demoraram dois anos e meio para serem julgados.

Apesar de estarem presos, os irmãos Everton e Cleverson Vargas, acusados da morte da youtuber, podem conseguir uma liberdade provisória ou até mesmo a revogação da prisão. Segundo a promotoria de Pontal do Paraná, por enquanto, o Ministério Público do Paraná (MPPR) entende que a prisão preventiva é necessária.

Os dois irmãos seguem detidos no Centro de Triagem de Piraquara, na região metropolitana de Curitiba.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="509617" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]