Nomes bíblicos são os mais escolhidos por pais e mães paranaenses

Francielly Azevedo


Com BandNews FM Curitiba

Os nomes bíblicos são mais uma vez os preferidos de pais e mães de todo o Estado. É isso, pelo menos, o que revela o levantamento da Anoreg-PR, a Associação dos Notários e Registradores do Paraná, em relação ao ano de 2016. Maria e João foram os mais escolhidos

De acordo com o relatório, o nome Maria não só se manteve na liderança, com quase 7.900 registros, como apresentou um novo aumento: alta de 1,03% em relação a 2015, que teve em torno de 7.800 ocorrências. Este foi o segundo salto seguido: entre 2015 e 2014, a elevação foi de 19,41%.

Novamente na vice-liderança da lista da entidade, o nome João foi utilizado cerca de 5.100 vezes ao longo do ano passado. O número é alto, mas mostra um decréscimo de 13,18% em relação a 2015, quando aproximadamente 5.900 meninos receberam essa designação.

Na sequência, o nome Davi é o terceiro mais escolhido, com 4.459 registros, mas essa foi outra opção que encolheu em 2016. Em 2015, também na terceira posição do levantamento, foram 5.259 ocorrências, ou seja, menos 15,21%.

Em quarto lugar vem o nome Ana, que foi a preferência dos pais em mais de 4.300 ocasiões, mas também neste caso houve redução. Comparando com 2015, que teve 4.853 registros, a queda foi de 11,13%.

Arthur aparece na quinta posição, com 4.075 ocorrências; Miguel vem em seguida, com 3.673 (três mil, seiscentas e setenta e três); Pedro é o sétimo da lista, com 3.013 registros; seguido por Alice (2.507), Laura (2.377), e Enzo (2.363).

Entre os fatores que mais influenciam os pais na escolha dos nomes dos filhos estão religião, moda, novelas e pessoas famosas.

Previous ArticleNext Article
Avatar
Jornalista, formada pela Universidade Tuiuti do Paraná. Tem passagens pela TV Educativa, TV Assembleia, TV Transamérica, CATVE, Rádio Iguassu e Folha de Londrina. Atualmente trabalha no Paraná Portal e na Rádio CBN.