Aeroporto de Maringá deve passar por obras ainda neste ano

Lorena Pelanda


O Aeroporto de Maringá, um dos principais do Paraná, vai receber obras de ampliação das pistas e de equipamentos. Nesta quarta-feira (01), o consórcio J2E, liderado pela JMalucelli e formado por três empresas, apresentou o melhor lance no pregão.O consórcio é formado pela JMalucelli (Curitiba), Extracon (Maringá) e Aero Tecno (Brasília).

A proposta foi de R$ 81,5 milhões. O valor máximo previsto no edital para a obra é de R$ 105,6 milhões.

Outros quatro consórcios participaram do pregão. Há a possibilidade de recursos das demais concorrentes.

A partir de agora, o consórcio entra na fase de apresentação de documentos. Caso todos os itens sejam cumpridos, seguirá para a fase de homologação e assinatura de contrato.

De acordo com a administração do Aeroporto Silvio Name Júnior, as obras devem começar ainda neste ano e os trabalhos devem durar 18 meses.

A reforma faz parte de um termo assinado entre o município e o Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil (MTPA). No pacote está previsto a extensão da pista de pouso e decolagem, que passará de 2.100 metros para 2.380 metros, a implantação de taxiway paralela à vista, além da revitalização da taxiway existente na faixa em que a aeronave pode taxiar até o terminal.

De janeiro a maio de 2018,  o aeroporto ultrapassou 131,2 mil embarques e desembarques.

Previous ArticleNext Article
Lorena Pelanda
Coordenadora de jornalismo da rádio BandNews FM Curitiba
[post_explorer post_id="541438" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]