Novembro Azul: evento gratuito aborda a importância do combate ao câncer de próstata

Redação

cancer de próstata, cop

O preconceito e o orgulho ainda estão presentes quando o assunto é câncer de próstata. Infelizmente a doença avança e 68 mil novos casos foram diagnosticados em 2018 no País.

O Novembro Azul é um movimento para debater e desmistificar o Exame de Próstata, essencial para o diagnóstico do tumor a partir dos 50 anos, na maioria dos casos.

O câncer de próstata é a segunda maior causa de morte do tumor no Brasil, atrás apenas do câncer de pulmão, com cerca de 13 mil mortes ao ano.

Uma pesquisa recente da Sociedade Brasileira de Urologia (SBU) apontou que 47% dos homens na idade de risco para o câncer de próstata nunca fez o exame de toque retal. A maioria, apesar de ter conhecimento de que precisa realizar o exame, ignora por preconceito ou por julgar o exame retal constrangedor. “O exame é simples, dura menos que 1 minuto e não causa dor”, ressalta. “É possível realizar o exame até mesmo em pé. O importante é determinar a condição da próstata de maneira satisfatória”, alerta o médico Manuel Caitano Maia, oncologista do Centro de Oncologia do Paraná, especializado no tratamento deste tipo de câncer.

O tratamento do tumor na próstata pode ser complicado dependendo do estágio em que é diagnosticado.

O diagnóstico precoce é imprescindível para acelerar o processo de tratamento e impedir o avanço da doença.  Diagnosticar a doença em fase inicial possibilita êxito em 9 entre 10 casos. “Mais do que realizar o exame com a frequência necessária, para evitar o surgimento do tumor é recomendado manter hábitos saudáveis, incluindo prática de exercícios físicos e reduzindo o consumo de álcool”, aconselha Dr. Manuel. “Manter o peso controlado com atividade física e com uma dieta balanceada é importante para os homens de todas as idades, especialmente aqueles com mais de 45 anos. Apesar de não haver medidas específicas para prevenir o câncer de próstata, estudos têm mostrado que a manutenção desses hábitos saudáveis tem sido relacionada a uma menor incidência de câncer no geral”.

Na próxima sexta-feira (08), o COP (Centro de Oncologia do Paraná) realiza um evento gratuito para alertar sobre os perigos da doença. Na programação, aberta ao público, haverá palestra educativa, show de stand up comedy (com o ator Fábio Silvestre), entre outras atrações. O evento acontece das 13h30 às 17h30 no Oncoville, na BR 277 1437, Mossunguê.

COP – CENTRO DE ONCOLOGIA DO PARANÁ

Desde 1991, o Centro de Oncologia do Paraná (COP/PR) se dedica ao tratamento do câncer, priorizando um atendimento exclusivo, sempre atualizado e com ênfase no relacionamento médico-paciente. Conta com um corpo clínico qualificado, com profissionais especializados na área de cancerologia, incluindo cirurgia oncológica, vídeo-cirurgia, oncologia clínica, mastologia, oncologia pediátrica, e oncologia ginecológica. Possui uma equipe multidisciplinar com especialistas em dermatologia, ginecologia, mastologia, urologia, hematologia, farmacêuticos, nutricionistas e psicóloga.

 

 

 

Previous ArticleNext Article