Novos radares devem cobrir 25% mais faixas de trânsito, em Curitiba

William Bittar - CBN Curitiba

radares curitiba

Se diariamente você costuma fazer o mesmo caminho para sair de casa e ir ao trabalho ou realizar outra atividade, já sabe, mais ou menos, onde estão instalados os equipamentos de fiscalização de trânsito como os radares ou lombadas eletrônicas.

No entanto, esses equipamentos estão sendo retirados gradativamente. O motivo é o fim do atual contrato com a empresa que gerenciava o serviço de fiscalização de Curitiba e o novo contrato com dois consórcios que ganharam a licitação para gerenciar o serviço por 30 meses, prorrogáveis por mais 30.

De acordo com o gestor do contrato de fiscalização eletrônica da Secretaria Municipal de Trânsito de Curitiba (Setran), Herick Dal Gobbo, os radares e lombadas do antigo consórcio devem ser retirados até o final de setembro e os novos devem ser instalados até o final do ano.

“Esses equipamentos estão sendo gradualmente retirados. A previsão é que até final de setembro todos os equipamentos da antiga prestadora de serviços sejam retirados. Os dois consórcios vencedores da licitação estão definidos em quatro ordens de serviço. Eles estão terminando a primeira, implantando controladores, novos equipamento de fiscalização eletrônica, e a tendência é que isso seja finalizado até final do ano”, diz ele.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="771366" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]