Número de casos de Aids cresce entre jovens paranaenses

Andreza Rossini


Da BandNews Curitiba

Os casos de AIDS no Paraná aumentaram mais de 160% em um período de três anos. Em 2015 foram notificados 2.400 casos de contaminação pelo vírus HIV no Estado. Em 2012, esse número não chegou a 900. A maior preocupação está entre os jovens. Segundo a Secretaria de Saúde do Paraná (Sesa), mais de um terço (37,5%) dos novos casos de Aids são diagnosticados em pessoas da faixa etária entre 20 e 29 anos.

Desde 1984, quando os casos da doença começaram a ser contabilizados no Paraná, já foram notificados mais de 46 mil casos no estado. Ou seja, no ano passado, foram registrados mil casos a mais do que a média dos últimos 32 anos.

Um estudo global publicado na terça-feira (19), pela revista The Lancet HIV concluiu que aproximadamente dois milhões e meio de novos casos são registrados no mundo todos os anos. O número é estável nos últimos dez anos depois do pico da doença – registrado em 1997, quando três milhões e trezentas mil pessoas foram infectadas. As novas drogas para controlar a infecção aumentaram a expectativa de vida e reduziram drasticamente a mortalidade entre os soropositivos.

Atualmente, quase 39 milhões de pessoas convivem com a Aids no mundo. A estimativa é que são necessários 36 bilhões de dólares todos os anos para erradicar o vírus HIV até o ano de 2030.

O vírus da Aids ataca o sistema imunológico. Ele pode ser transmitido – por exemplo – de mãe para filho, por seringas compartilhadas ou transfusão de sangue contaminado com o HIV. Mas a principal forma de transmissão é pelo sexo sem camisinha. De acordo com o Ministério da Saúde, não é difícil evitar a doença – “basta usar camisinha em todas as relações sexuais e não compartilhar seringa, agulha e outro objeto cortante com outras pessoas”. O preservativo está disponível na rede pública de saúde.

Previous ArticleNext Article