Número de feridos no trânsito sobe 7,5% em Maringá

Leonardo Filho, Metro Jornal MaringáA quantidade de feridos em acidentes de trânsito atendidos pelo Corpo de Bombeiros d..

Fernando Garcel - 05 de dezembro de 2016, 13:05

Leonardo Filho, Metro Jornal Maringá

A quantidade de feridos em acidentes de trânsito atendidos pelo Corpo de Bombeiros de Maringá aumentou 7,5% neste ano. Um levantamento feito com relatórios do 5º Grupamento dos Bombeiros aponta que, entre janeiro e novembro, mais de 4.600 pessoas precisaram ser socorridas pelo Siate. A média é de 13 feridos por dia. No mesmo período do ano passado, foram 4.320 vítimas.

Do total de feridos neste ano, mais de 60% das vítimas estavam em motocicletas. A colisão mais comum envolve automóves e motos – de acordo com os bombeiros, esse tipo de acidente correspondeu a 37% dos feridos em 2016. O relatório aponta também que os homens são maioria dentre os feridos: do total de vítimas, 66% são do sexo masculino.

Apesar da quantidade de atendimentos, 85% dos casos são de ferimentos leves ou situações em que as vítimas saem ilesas dos acidentes. Nesse tipo de situação, em que o Siate é acionado por terceiros ou até mesmo por uma das vítimas, os bombeiros vão até o local, avaliam o estado da vítima e se houver recusa por parte da vítima no atendimento, o envolvido no acidente assina um termo de que está bem e não é encaminhada para o hospital.

Ocorrências graves

Os casos mais graves e de óbitos no local das vítimas são referentes a 203 atendimentos. As colisões entre auto e moto prevalecem. Foram 69 ocorrências no total. Desde o começo do ano, os bombeiros constataram 31 óbitos no local do acidente, sendo que dez ocupantes de motos morreram.

Capturar