Número de veículos novos no Estado cai pelo 5º ano

Metro Jornal Curitiba Caiu pelo quinto ano consecutivo o número de emplacamentos de veículos novos no Paraná. A tendênci..

Narley Resende - 24 de janeiro de 2017, 08:48

Metro Jornal Curitiba

Caiu pelo quinto ano consecutivo o número de emplacamentos de veículos novos no Paraná. A tendência de redução vem desde 2012, quando foram emplacados 467.926 mil veículos, sendo que no ano passado foram 236.594. Os dados foram divulgados ontem pelo Detran e são um indicativo da crise econômica, de acordo com o economista e doutor em Negócios Carlos Bittencourt.

“Com a instabilidade econômica no Brasil, as famílias passaram por reajustes orçamentários. Além disso, a facilidade de compra e a ampla oferta de carros usados e seminovos tornaram esta opção mais vantajosa”, disse.

A menor procura pelos carros 0 km é uma tendência verificada nos últimos três anos. Em 2014, foram 201 mil primeiros emplacamentos. No ano seguinte, esse número caiu para 136 mil e chegou a 101 mil em 2016.

Ao mesmo tempo a preferência pelos usados vem se destacando. Em 2014, a cada veículo novo eram vendidos 5,8 usados. Em 2016, a proporção passou a 7,1 carros usados comprados para cada novo saindo da fábrica.

“O bolso pesou bastante. Mesmo quem já tinha carro economizou e optou pela manutenção, ao invés da troca. Ainda assim, os clientes fizeram mais a manutenção necessária, deixando para depois toda troca de peças e serviço que pudesse esperar”, explica Wilson Bill, presidente do Sindicato da Indústria de Reparação de Veículos e Acessórios do Estado (Sindirepa).

Curitiba

Entre as cinco cidades com maior frota, a capital foi a que teve a queda mais acentuada, de 88 mil processos para 63 mil (- 28%). Em Londrina a redução foi de 15 mil para 12 mil (- 21%); em Cascavel, de 6 mil para 5 mil (- 15%); em Ponta Grossa, de 7 mil para 6 mil (-16%); e em Maringá, de 14 mil para 13 mil (- 12 %).