Obra de duplicação na Rodovia das Cataratas começa em 2021

Redação

Ao todo, serão investidos na obra de duplicação R$ 139,4 milhões
Rodovia das Cataratas - Foz do Iguaçu - Governo do Paraná - obra de duplicação

A tão esperada obra para duplicação da BR-469, conhecida como Rodovia das Cataratas, em Foz do Iguaçu, deve começar no primeiro trimestre de 2021. A informação foi dada pelo governador Carlos Massa Ratinho Junior, em uma coletiva de imprensa, na manhã desta sexta-feira (25).

O governador e o diretor-geral brasileiro de Itaipu Binacional, Joaquim Silva e Luna, formalizaram hoje a parceria do Estado com a hidrelétrica. O anúncio da obra aconteceu no dia 27 de agosto e na ocasião contou com a presença do presidente da República, Jair Bolsonaro. Em Foz do Iguaçu, Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou que espera pela retomada do turismo no patamar anterior à pandemia do coronavírus.

O secretario de Infraestrutura e Logística, Sandro Alex, informou  já foram investidos R$ 1 bilhão em obras por todo o Paraná. “Nós estamos chegando a quase um bilhão em investimentos, entre o governo do federal, governo estadual e a nossa Itaipu Binacional. Vamos conduzir com muita seriedade essa construção e vamos entregá-la todos juntos, com o presidente Bolsonaro, para a população”, disse o secretário.

Ratinho Jr. explicou que a obra visa atrair novos investimentos do setor privado para a região, que sofreu bastante com a pandemia. “A duplicação da rodovia é muito importante para o desenvolvimento econômico e turístico de Foz do Iguaçu, que tem em sua vocação o turismo. Para fazer um turismo de qualidade temos que investir em infraestrutura. Não tenho dúvidas de que com anúncio,  os hotéis da região vão começar a ter mais investimentos, novos atrativos na região, gerando emprego e renda para Foz do Iguaçu, que dos municípios do Brasil, talvez o que mais vem sofrendo na pandemia. Com o fechamento da ponte entre Brasil e Paraguai, o comércio também ficou debilitado. A ideia é criar velocidade de pra resgatar a força de Foz”, disse o governador.

DUPLICAÇÃO RODOVIA DAS CATARATAS 

A BR-469 é a única via de acesso às Cataratas do Iguaçu e ao Aeroporto Internacional de Foz do Iguaçu. A duplicação é uma reivindicação antiga dos moradores e comerciantes da região. Anunciada em anos anteriores, mas nunca tirada do papel, a obra é considerada essencial para fortalecer o turismo regional.

Em todo o trecho da rodovia estão concentrados alguns dos principais hotéis, atrativos e comércios da cidade. A falta de duplicação  da pista provoca congestionamentos constantes e prejuízos ao turismo.

Segundo o governo do Paraná, que ficará responsável pela licitação e pela gestão da obra, a duplicação da Rodovia das Cataratas fará a ligação do corredor turístico desde o trevo da Argentina até o Parque Nacional do Iguaçu, passando também pelo Aeroporto Internacional de Foz do Iguaçu.

Os 8,7 km de extensão da obra serão custeados pelo governo do Estado em parceira com a Itaipu Binacional, que arcará com a maior parte do investimento. Ao todo, serão investidos R$ 139,4 milhões. A usina hidrelétrica se comprometeu a arcar com 70% dos investimentos para a obra.

O projeto está sendo concluído e após a aprovação pelo Departamento Nacional de Infraestrutura Terrestre (DNIT) a obra será licitada.

A previsão é que a obra fique pronta em três anos. Outras obras na região, como a ampliação da pista do aeroporto, viadutos e alças de acesso na região – e nova ponte Brasil/Paraguai, devem ser entregues juntas.

Previous ArticleNext Article