Oito pessoas já morreram de gripe no Paraná em 2018

A Secretaria de Saúde (Sesa) confirmou nesta quarta-feira (9) a oitava morte causada por gripe no estado do Paraná. O úl..

Fernando Garcel - 09 de maio de 2018, 18:04

Foto: Pedro Ventura / Agência Brasília
Foto: Pedro Ventura / Agência Brasília

A Secretaria de Saúde (Sesa) confirmou nesta quarta-feira (9) a oitava morte causada por gripe no estado do Paraná. O último caso fatal havia sido registrado em Foz do Iguaçu. A maioria das mortes está concentrada em cidades das regiões oeste e sudoeste do Paraná. Só em Foz, a gripe causou a morte de três pessoas.

"Todas as pessoas tinham mais de 60 anos e tinham outras comorbidades. Dessas pessoas, apenas uma tinha tomado a vacina no ano anterior. Eram pessoas que são do grupo prioritário e deveriam ter tomado a vacina e não tomaram", explica a coordenadora do Programa de Imunização da Secretaria Municipal de Saúde de Foz do Iguaçu, Adriana Izuka.

Segundo a Sesa, o Paraná já vacinou mais de 1 milhão de pessoas. As maiores coberturas são de puérperas (47,1%) e idosos (46%). No entanto, ainda é baixa a vacinação entre crianças (20,6%) e gestantes (30%). A vacina é efetiva contra os três tipos de vírus da gripe que mais circulam no país: influenza A (H3N2), influenza A (H1N1) e influenza B, sendo apenas contraindicada para pessoas que possuem histórico de reação alérgica grave ao ovo.

Campanha de vacinação

No próximo sábado (12), a Sesa vai promover o Dia D contra a Gripe em todos os 399 municípios do Paraná e segue até o dia primeiro de junho. “O Dia D é uma grande oportunidade de mobilização e do alcance da meta de completar 90% de cobertura vacinal do público prioritário. Chamamos todos os paranaenses que reservem um espaço no sábado e compareçam para se proteger”, explica o secretário de Estado da Saúde, Antônio Carlos Nardi.