Coronavírus
Compartilhar

Ômicron: sete casos suspeitos no Paraná são descartados após exames

Os sete casos suspeitos da variante ômicron do coronavírus no Paraná foram descartados nesta segunda-feira (6) ap..

Redação - 06 de dezembro de 2021, 18:21

Freepik
Freepik

Os sete casos suspeitos da variante ômicron do coronavírus no Paraná foram descartados nesta segunda-feira (6) após análise dos exames laboratoriais. Neste momento, não há outros casos em acompanhamento.

De acordo com a Sesa (Secretaria de Estado da Saúde), nenhum dos pacientes acompanhados foi diagnosticado com covid-19. Os exames para detecção do vírus Sars-Cov-2 deram negativo.

A pasta explica que os sete casos suspeitos da variante ômicron do coronavírus no Paraná tiveram contato com um paciente contaminado no Aeroporto Internacional de Guarulhos, em São Paulo.

Cinco passageiros haviam desembarcado no Aeroporto Afonso Pena e dois no Aeroporto de Foz do Iguaçu. As amostras biológicas passaram por sequenciamento genômico nos laboratórios da Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz).

Seguindo o protocolo preventivo, todos foram isolados após chegarem aos seus domicílios. As equipes de Vigilância Epidemiológica da Sesa e dos municípios de Curitiba e Foz do Iguaçu acompanharam os casos.

Ainda conforme a Sesa, nenhum dos cidadãos isolados preventivamente foi diagnosticado com covid-19, o que facilitou o descarte das suspeitas da variante ômicron.

Não há indícios de que a variante ômicron seja mais letal ou perigosa do que as demais. Pelo contrário, segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), não há mortes relacionadas a essa mutação.

A indústria farmacêutica e as universidades ainda avaliam a proteção concedida pelas vacinas contra a covid-19 contra a variante ômicron. Estudos conclusivos devem ser publicados na primeira quinzena de dezembro.