Ônibus envolvido em acidente com 11 mortes não tinha autorização da ANTT

A ANTT informou ainda que o motorista do veículo, que morreu no acidente, não tinha cadastro ativo junto ao órgão

Tarobá News - 01 de abril de 2022, 09:38

Foto: PRE
Foto: PRE

A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) confirmou que o ônibus que caiu em uma ribanceira e deixou 11 mortos, em Sapopema, no Norte Pioneiro do estado, na última quarta-feira (30), não tinha autorização para o transporte interestadual de trabalhadores.

A ANTT informou ainda que o motorista Adilson Dias, de 52 anos, que morreu no acidente, não tinha cadastro ativo junto ao órgão. As informações são da Tarobá News.

De acordo com a agência, o ônibus não está habilitado para transporte regular e consta como inativo para fretamento na frota de Transportes Labor Ltda, que tem a propriedade do veículo.

Os corpos dos 11 mortos no acidente foram levados para o Instituto Médico Legal (IML) de Londrina, que concentrou todo o trabalho de identificação e liberação.

As investigações do acidente serão conduzidas pela Delegacia de Polícia Civil de Curiúva.

De acordo com a Polícia Civil, o inquérito deve ser instaurado até esta sexta-feira (1º). A perícia vai analisar se houve falha humana, no ônibus, na pista ou se a queda foi causada por outro veículo.