Ônibus em Curitiba terão lotação máxima de 50% e uso obrigatório de máscara, diz Urbs

Redação

coronavírus, covid-19, estudo, unifesp, transporte público, autônomos

A Urbs (Urbanização de Curitiba) informou que a partir de agora os ônibus terão lotação máxima de 50%. Os veículos que ultrapassarem a capacidade limite serão impedidos de deixar os terminais.

Além disso, a gestora do transporte público de Curitiba reforçou o uso obrigatório da máscara, conforme prevê a legislação estadual.

De acordo com a Urbs, a fiscalização caberá aos agentes que trabalham nos terminais. O foco está nos terminais de grande fluxo de passageiros, tais como Pinheirinho, Santa Cândida, Cabral, Campo Comprido, Boqueirão e Centenário.

Usuários do transporte público de Curitiba têm notado ônibus lotados com frequência, sobretudo no início da manhã e no fim da tarde.

O final do expediente no horário comercial também aumentou o fluxo em tubos do Centro, como Rui Barbosa, Carlos Gomes e Estação Central.

ônibus, curitiba, lotação máxima, urbs, comec, acp, horário de pico, coronavírus, covid-19
Uso da máscara é obrigatório em todo o Paraná. (Luiz Costa/SMCS)

URBS PEDE AJUDA PARA DIMINUIR LOTAÇÃO NOS ÔNIBUS DE CURITIBA

Para ajudar a diminuir a lotação dos ônibus de Curitiba, o presidente da Urbs pede a colaboração de empresários. Para ele, é necessário que os horários de funcionamento sejam flexibilizados.

“Hoje estamos tendo movimento nos horários que são tradicionalmente de pico porque muitas lojas não estão fazendo isso. É preciso que todos tenham responsabilidade para manter os serviços essenciais. Mas barrando a transmissão da Covid-19”, disse Pedro Ogeny Maia Neto.

Por isso, a Urbs comunicou a Comec (Coordenação da Região Metropolitana) e a ACP (Associação Comercial do Paraná) para que contribuam de maneira mais eficiente para evitar a lotação dos ônibus de Curitiba.

Conforme a Urbanização de Curitiba, o movimento de passageiros ainda é menor do que a capacidade da frota circulante. No entanto, o aumento da circulação nos horários de pico não tem sido acompanhado pela frota.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="696122" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]