Ônibus em Curitiba: Cartão de débito e crédito já pagaram mais de 1 milhão de passagens

Segundo o levantamento da Prefeitura de Curitiba, os pagamentos com cartões de débito/crédito cresce a cada mês.

Redação - 05 de julho de 2022, 14:55

Foto: Daniel Castellano / SMCS
Foto: Daniel Castellano / SMCS

O pagamento de passagens de ônibus em Curitiba pode ser feito com cartões de débito e crédito, além de outros dispositivos por aproximação, desde o dia 18 de março em todas as 254 linhas de ônibus da capital, além dos terminais e das 335 estações-tubo da cidade.

Segundo a Prefeitura, 1,142 milhão de passagens foram pagas com essa funcionalidade até o fim de junho. 

Conforme o levantamento da administração municipal, o número de passagens pagas com o cartão de débito/crédito cresce a cada mês. Foram 501,3 mil pagamentos na modalidade em junho, aumento de 32% em relação a maio.

Alpem disso, essa forma de pagamento já representa 4,35% do total de passagens pagas (dinheiro, cartão-transporte e cartões de débito e crédito).

Neste ritmo, a previsão é que a participação da modalidade por aproximação no total de pagamentos com cartão chegue a 10% do total, segundo o presidente da Urbanização de Curitiba (Urbs), Ogeny Pedro Maia Neto. 

“A nova funcionalidade traz praticidade, comodidade e mais segurança para o usuário, já que reduz a circulação de dinheiro. Essa é ainda uma opção de pagamento muito interessante para pessoas que utilizam esporadicamente o transporte coletivo, que não possuem o cartão-transporte, e também para turistas”, disse ele.

BANDEIRAS ACEITAS PARA PAGAR PASSAGENS NOS ÔNIBUS DE CURITIBA

O sistema aceita pagamento com as bandeiras Visa, Mastercard e Elo. O valor da passagem é mesmo cobrado em dinheiro e cartão-transporte (R$ 5,50), mais a taxa que o usuário pagará à operadora, de 2,07% (R$ 0,12) por bilhete. A cobrança da taxa está prevista na lei federal 13.455/2017.

O usuário poderá pagar até três passagens por viagem/validador, com o intervalo de 15 minutos para a próxima compra. O preço da passagem de R$ 5,50 (mais a taxa de conveniência) nos cartões de crédito e débito vale para todos os horários e linhas.

O pagamento permite, assim como o dinheiro e o cartão-transporte, a integração com demais linhas em terminais e estações-tubo, sem ter necessidade de pagar mais uma passagem.