Movimento nos ônibus cai 21% no primeiro dia útil com bandeira vermelha

Redação

movimento nos ônibus de Curitiba durante a bandeira vermelha

O movimento no transporte coletivo de Curitiba caiu 21% no primeiro dia útil com a determinação da bandeira vermelha por causa da pandemia da Covid-19. Segundo a Urbanização de Curitiba (Urbs), na segunda-feira (15), 248.220 passageiros utilizaram os ônibus da cidade em relação à semana anterior, 66 mil a menos que na semana passada.

Segundo o decreto, os ônibus só podem circular com, no máximo, 50% de ocupação – o limite, antes, era de 70%. Nos terminais, os veículos saem com 30% de lotação, para chegar até 50% durante o itinerário. A bandeira vermelha entrou em vigor no último sábado (13) e permite o funcionamento de atividades essenciais, com limites de horário, até o próximo domingo (21).

“O movimento no primeiro dia foi tranquilo, mantivemos a frota que vinha circulando de cerca de mil veículos e 100% nas principais linhas. Mas esperávamos uma queda mais expressiva do número de passageiros, já que só podem funcionar os serviços essenciais”, disse Ogeny Pedro Maia Neto, presidente da Urbs.

O presidente da Urbs lembra que o limite de 50% não significa que os ônibus só circularão com passageiros sentados. Em um ônibus biarticulado, por exemplo, a ocupação de 50% equivale a 126 passageiros no veículo (53 sentados e 73 em pé). Nos articulados, são 100 passageiros (40 sentados e 60 em pé).

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="752216" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]