Polícia Civil fecha clínica odontológica clandestina no Paraná

Andreza Rossini


A Polícia Civil e o Setor de Estelionatários cumprem mandados de busca e apreensão contra falsos dentistas, em Cascavel, no Oeste do Paraná, nesta terça-feira (19). A segunda fase operação batizada de “Tártaro” investiga 25 pessoas por trabalhos irregulares, entre elas, um pré-candidato a vereador do município.

Os policiais realizaram a apreensão de documentos e objetos que seriam utilizados em “consultas” em 11 pontos suspeitos de serem clínicas odontológicas clandestinas. Ninguém foi pego em flagrante durante a operação de hoje e por isso não houveram prisões.

Uma clínica clandestina foi interditada e outra, que produzia próteses dentárias, autuada pela presença de baratas no local.  A vigilância sanitária acompanha a ação.

De acordo com a Polícia Civil as investigações são realizadas desde junho de 2015 quando um falso dentista foi preso na cidade. Ele atendia pacientes na cidade há pelo menos 20 anos. O suspeito parou os estudos no ensino médio.

Foto: Divulgação/Polícia Civil
Foto: Divulgação/Polícia Civil

 

 

Previous ArticleNext Article