Operação investiga esquema de pirataria de TV a cabo em Foz do Iguaçu

Vanessa Fernandes - CBN Curitiba


A Divisão de Crimes Contra o Patrimônio (DCCP), através da Delegacia de Estelionato, deflagrou uma operação na manhã desta quinta-feira (29), com o objetivo de combater crimes relacionados a transmissão irregular de canais via internet – IPTV. A operação teve seis cumprimentos de mandados de buscas e apreensão domiciliar, em seis diferentes bairros em Foz do Iguaçu.

As equipes apreenderam vários materiais utilizados para a transmissão irregular dos canais, sendo aparelhos decolders, além de documentos que serão avaliados nas investigações que prosseguem. Um homem, de 35 anos, foi conduzido até a 6ª Subdivisão de Foz do Iguaçu, suspeito de distribuir canais de televisão via internet.

De acordo com a polícia, as investigações iniciaram em julho desse ano, após uma denúncia anônima alegando que existia uma central de distribuição dos canais. Assim que a polícia conseguiu descobrir de onde vinham os sinais, os mandados de busca e apreensão foram solicitados à Justiça para que as investigações avançassem.

Conforme apurado pela polícia, esta Central distribui sinais para todo o Brasil, com assinaturas regulares mensais de valores que variam de R$ 15 a mais de R$ 100.

Os crimes que os possíveis suspeitos responderão são, estelionato – por induzirem pessoas a erros; falsidade ideológica – por fazerem contratos em nomes de laranjas; e uso de documento falso.

Não houve prisão em flagrante, nem mesmo cumprimento de mandado de prisão neste primeiro momento. As investigações seguem.

Previous ArticleNext Article