Jaborandi: operação mira prefeitos, servidores públicos e empreiteiros suspeitos de corrupção

Redação

Jaborandi: operação mira prefeitos, servidores públicos e empreiteiros suspeitos de corrupção

A Operação Jaborandi, que investiga crimes de corrupção envolvendo prefeitos, servidores públicos e empreiteiros, foi deflagrada na manhã desta terça-feira (26) na região oeste do Paraná.

Seis municípios do estado: Umuarama, Boa Vista da Aparecida, Perobal, Três Barras, Santa Helena e Guaíra; e Uruará, no Pará, são alvos de policiais. De acordo com a PF (Polícia Federal), 28 mandados judiciais foram expedidos.

A ação de hoje é resultado de uma investigação que começou há um ano, após denúncias de que empreiteiros estariam se reunindo em conluio com chefes dos poderes executivos locais para fraudar o caráter competitivo de procedimentos licitatórios envolvendo o setor de obras de municípios da região.

Conforme a PF, foi possível identificar duas organizações criminosas que sob coordenação dos prefeitos afastados de Boa Vista da Aparecida e Umuarama se reuniam para direcionar licitações a empreiteiros ligados ao grupo.

Dessa maneira, os procedimentos eram superfaturados. O dinheiro era dividido entre os agentes públicos e empresários que participava do esquema. “Em uma das licitações, por exemplo, era uma pavimentação urbana e uma das empresas concorrentes era um disk chope da região”, detalhou o delegado Mateus Marins Correa de Sa.

Os investigados poderão responder pelos crimes de corrupção ativa, corrupção passiva, fraude ao caráter competitivo de procedimento licitatório, organização criminosa e lavagem de dinheiro, cujas penas, somadas, podem chegar a 62 anos de reclusão.

Segundo a PF, o nome da operação faz referência à estrada Jaborandi, localizada no município de Umuarama, sendo uma das primeiras obras que originaram a investigação.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="799086" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]