Operação mira quadrilha que adulterava e vendia carros roubados

A Polícia Civil em conjunto com o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) cumpre 14 mandados de..

Andreza Rossini - 19 de julho de 2018, 11:48

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

A Polícia Civil em conjunto com o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) cumpre 14 mandados de prisão preventiva e 16 mandados de busca e apreensão, nesta quinta-feira (19).

A Operação mira uma organização criminosa que comprava veículos roubados, principalmente de Curitiba e Região Metropolitana, os escondia em Guarapuava, no centro-sul do Paraná, adulterava os sinais do veículo, emitia documentos falsos e vendiam os carros pela internet.

Um policial militar foi afastado do cargo suspeito de passar informações aos criminosos.

Os mandados de prisão preventiva são dirigidos a oito homens e seis mulheres. As buscas - 14 em Guarapuava e duas em Londrina - são realizadas em dez residências e seis locais comerciais.

Entre os crimes investigados estão receptação, adulteração de sinais de veículos, falsificação de documentos e estelionato.

Os autores dos roubos ainda não foram identificados.