Operação mira suspeitos de atear fogo em ônibus do transporte coletivo de Londrina

Redação

Operação mira suspeitos de atear fogo em ônibus do transporte coletivo de Londrina

Uma operação da PCPR (Polícia Civil do Paraná) mira suspeitos de atear fogo em ônibus do transporte coletivo de Londrina, na região norte do Paraná, nesta terça-feira (5).

Foram expedidos 15 mandados judiciais que são: dois de prisão preventiva, cinco de internação provisória e oito de busca e apreensão domiciliar.

O objetivo da operação é prender maiores e apreender adolescentes suspeitos de envolvimento em incêndios criminosos em ônibus coletivos, ocorridos em 2020, em Londrina. Até as 8h, duas pessoas tinham sido presas e dois adolescentes apreendidos.

As investigações tiveram início depois que foram registrados três ataques a ônibus urbanos na região norte da cidade. O primeiro deles ocorreu em 25 de setembro, o último foi registrado no dia 6 de dezembro, no ano de 2020.

Em todos os casos, jovens abordavam os motoristas dos ônibus e, com graves ameaças, obrigavam os ocupantes do veículo a descer. Em seguida, ateavam fogo usando substância inflamável.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="737435" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]