Quatro são presos em operação que investiga grupos que atuam na penitenciária de Francisco Beltrão (PR)

Redação

francisco beltrão paraná penitenciária operação

Dois homens presos em regime semiaberto, com uso de tornozeleira eletrônica, e dois agentes penitenciários foram presos nesta terça-feira (9) em Francisco Beltrão,  na região sudoeste do Paraná. Eles foram alvos no âmbito da Operação Colete, do Gaeco (Núcleo de Francisco Beltrão do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado), que investiga a atuação criminosa de dois grupos na prisão da cidade.

As investigações apontam que dois grupos criminosos, formadas por agentes penitenciários, detentos e familiares de presos, atuam na Penitenciária Estadual de Francisco Beltrão. De acordo com o MP-PR (Ministério Público do Paraná), as organizações viabilizavam a entrada de objetos ilícitos na prisão, como celulares, drogas, cigarros e itens usados para fugas.

“Dessas duas organizações, uma era capitaneada por um ex-detento do regime fechado, que hoje está em regime semiaberto com uso de tornozeleira eletrônica, que comercializava e ingressava esses produtos através dos agentes penitenciários. A outra organização é capitaneada por um detento que está no regime fechado em Francisco Beltrão e os familiares eram quem geriam a compra dos produtos, recebimento dos valores e entrega aos agentes”, explica promotor de Justiça Tiago Vacari, coordenador do Gaeco em Francisco Beltrão.

Segundo ele, a operação deflagrada hoje apreendeu:

  • armas de fogo – uma pistola 9mm, uma pistola calibre 22 e uma espingarda 22);
  • aparelhos celulares;
  • drogas (maconha, cocaína, crack e uma cartela de LSD),
  • dinheiro em espécie, cerca de R$ 11 mil;
  • anotações da atividade de tráfico e documentos.

São apuradas as possíveis práticas dos crimes de organização criminosa, corrupção passiva, corrupção ativa, tráfico de drogas e ingresso de aparelho celular em estabelecimento prisional.

Por fim, MP-PR (Ministério Público do Paraná) afirma que contou com colaboração do Depen (Departamento Penitenciário), Polícia Militar e da Polícia Civil no cumprimento de doze mandados de busca e apreensão e quatro de prisão preventiva nas cidades de Francisco Beltrão, Pato Branco e Mariópolis.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="744512" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]