Operação Privilége: MPPR investiga fraudes em licitações de Santa Terezinha de Itaipu

Redação

Operação Privilége: MPPR investiga fraudes em licitações de Santa Terezinha de Itaipu

O MPPR (Ministério Público do Paraná) cumpriu nesta quarta-feira (28), nove mandados de busca e apreensão no âmbito da Operação Privilége, que investiga fraudes em licitações em Santa Terezinha de Itaipu, município da região Oeste do Paraná.

A Operação Privilége foi executada pelo Núcleo de Foz do Iguaçu do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado).

As investigações apontaram que as fraudes ocorreram na Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente de Santa Terezinha de Itaipu, sendo que os mandados também foram cumpridos em Missal e Capitão Leônidas Marques.

Os locais são endereços ligados ao secretário municipal da pasta, incluindo repartições da Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente de Santa Terezinha de Itaipu e empresas que participaram de processos de licitação promovidos pelo órgão.

Foi apurado durante as investigações que o secretário estaria privilegiando uma empresa que pertence aos próprios familiares nas licitações promovidas pela pasta.

Mas as investigações ainda apontaram que outras empresas também foram beneficiadas pelo esquema criminoso entre os anos de 2017 e 2020.

Ainda de acordo com o MPPR, o prefeito de Santa Terezinha de Itaip, Cláudio Eberhard (PSDB), não está sendo investigado até o momento na Operação Privilége.

LEIA MAIS: Ex-prefeito de São José dos Pinhais, Ivan Rodrigues, é absolvido pela Justiça

Previous ArticleNext Article