Operação Tentorium: Gaeco mira integrantes de facção criminosa

Redação

empresas investigadas

Na manhã desta quinta-feira (20) a operação ‘Tentorium’ foi deflagrada pelo Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado) que mira integrantes de uma facção criminosa suspeita de praticar execuções de grupos rivais no interior da cadeia pública de Guarapuava, no centro-sul do Paraná.

OPERAÇÃO TENTORIUM CUMPRE 54 MANDADOS DE PRISÃO PREVENTIVA

No total, serão cumpridos 54 mandados de prisão preventiva, do qual 42 já estão presos. As ordens, que foram concedidas pela 2ª Vara Criminal de Guarapuava, serão cumpridos em Guarapuava, Ponta Grossa, Prudentópolis, Campina do Simão, Cantagalo, Quatro Barras, Piraquara e Paranaguá.

Além das mortes, os integrantes da célula da organização criminosa, que tem atuação em presídios de todo o país, também seriam responsáveis por episódios de espancamentos e tortura de detentos dentro da cadeia. A motivação seria dívidas por drogas.

Até a publicação da matéria, foram apreendidos uma pistola, três espingardas, dois revólveres, quantidades de crack, cocaína, maconha e rebite, além de comprovantes de depósitos em favor de pessoas ligadas a organização criminosa e R$ 8 mil em espécie na operação Tentorium.

Previous ArticleNext Article