Organização criminosa utilizava estudantes universitários para transporte de drogas

Redação

organizacao-criminosa-utilizava-estudantes-trafico-operacao-degree

Duas pessoas suspeitas de participarem de uma organização criminosa, que atuava no tráfico internacional de drogas, foram presas preventivamente nesta terça-feira (10), em Araucária, na Região Metropolitana de Curitiba. Segundo a investigação, estudantes universitários eram usados para fazer o transporte do produto ilícito.

O inquérito policial, que foi instaurado em fevereiro de 2020, apurou que o grupo adquiria maconha no Paraguai para ser distribuída no Uruguai, tendo o Brasil como rota de transporte. Há indícios de que a organização tenha transportado mais de duas toneladas da droga entre agosto de 2019 e fevereiro de 2020.

CINCO PESSOAS FORAM PRESAS SUSPEITAS DE INTEGRAREM ORGANIZAÇÃO CRIMINOSA

Na tarde de ontem, em Araucária, policiais federais com apoio da PRF apreenderam uma carga de 88 quilos de maconha pertencente ao grupo. No total, cinco pessoas foram presas na operação. Duas pessoas foram encaminhadas para a sede da PF, em Curitiba.

Duas apreensões de drogas da organização criminosa foram realizadas pela PRF na região de Santana do Livramento, em 23 de setembro de 2019 (233 quilos), e 12 de fevereiro de 2020 (173 quilos). Nessa última, dando início a investigação pela Polícia Federal.

OPERAÇÃO ‘DEGREE’

A ação foi denominada ‘Degree’, em razão de informações que indicam que uma das estudantes universitárias presa utilizaria o dinheiro recebido com o transporte da droga para o pagamento da formatura.

Previous ArticleNext Article