Dois pacientes estão internados com suspeita de coronavírus em Curitiba

Redação

oms, organização mundial da saúde, risco internacional, coronavírus, coronavirus, wuhan, china, pandemia, epidemia, risco global - Curitiba - Sesa - suspeita - internados

Um homem de 29 anos e uma mulher de 23 anos estão internados sob suspeita de coronavírus em Curitiba, segundo informações da Sesa (Secretaria de Estado da Saúde) e da SMS (Secretaria Municipal de Saúde de Curitiba).

Os dois pacientes regressaram de viagem à China nos últimos dias. O homem está internado em um hospital privado, enquanto a mulher está no Hospital das Clínicas, após dar entrada em uma UPA (Unidade de Pronto Atendimento) na capital paranaense.

O internamento de ambos os pacientes segue protocolo do Ministério da Saúde, em isolamento e com acompanhamento médico para a realização de exames clínicos para confirmar a presença da doença.

CORONAVÍRUS

A doença pode ser disseminada pelo ar, além de gotículas respiratórias, como tosse e espirros em curta distância. Outra forma de contaminação é pelo compartilhamento de objetos, como copos e talheres.

Por isso, os cuidados com a higiene pessoal devem ser redobrados. Lavagem das mãos de forma constante, uso do álcool em gel e arejamento de locais públicos auxiliam a evitar a disseminação do vírus.

Os médicos têm constatado que o coronavírus pode ser transmitido antes mesmo dos sintomas se disseminarem em um indivíduo, sendo que o período de incubação do vírus é de cerca de dois a sete dias, podendo chegar a até 16 dias.

Os primeiros sintomas se assemelham com a gripe comum, como tosse febre e dificuldade para respirar. A doença pode agravar e evoluir para uma pneumonia ou síndrome respiratória aguda grave.

OUTROS CASOS NO BRASIL

O Ministério da Saúde confirmou nesta terça-feira (28) casos suspeitos de coronavírus em Belo Horizonte (Minas Gerais) e Porto Alegre (Rio Grande do Sul).

Ainda de acordo com o Ministério, os pacientes em observação se enquadraram na atual definição de caso suspeito para nCoV-2019 (o novo coronavírus) estabelecida pela OMS (Organização Mundial da Saúde). Ou seja, os pacientes apresentam febre e, pelo menos, um sinal ou sintoma respiratório. Além disso, viajaram para área de transmissão local nos últimos 14 dias.

Previous ArticleNext Article