Pajé de 105 anos é o primeiro indígena vítima da Covid-19 no Paraná

Redação

pajé, aldeia, tekoha ocoy, indígena, covid-19, coronavírus, paraná, gergório vanega

A Covid-19 fez a primeira vítima indígena no Paraná. O pajé Gregório Venega, que vivia na aldeia Ocoy, em São Miguel do Iguaçu, morreu aos 105 anos.

A morte aconteceu no dia 11 de julho, quatro dias depois do homem ser internado no Hospital Municipal de Foz do Iguaçu. A relação do óbito com o novo coronavírus foi confirmada por exames laboratoriais.

Por isso, o pajé Gregório Venega foi enterrado sem os tradicionais rituais da cultura avá-guarani. A despedida precisou respeitar os protocolos de segurança para evitar novos contaminados na aldeia.

A aldeia Ocoy foi interditada há uma semana, a pedido do MPF (Ministério Público Federal), após 77 indígenas serem diagnosticados com Covid-19, entre eles o pajé Gergório Venega.

O número de infectados representa mais de 10% dos 720 moradores, distribuídos em 170 famílias.

Conforme a Prefeitura de São Miguel do Iguaçu, 75 indígenas infectados pelo coronavírus já estão recuperados. Um continua em isolamento.

Previous ArticleNext Article