Paraguaio atropela policial na Ponte da Amizade dois meses após ser preso com carro roubado

Fernando Garcel


A Polícia Rodoviária Federal (PRF) prendeu um homem, de nacionalidade paraguaia, que atropelou um policial na Ponte Internacional da Amizade, em Foz do Iguaçu, no Oeste do Paraná, na madrugada deste domingo (31).

O paraguaio, que foi preso há dois meses por receptação de veículo roubado, foi detido apenas na aduana após atingir e arrastar por cerca de dez metros alguns obstáculos.

Segundo a PRF, uma equipe que trabalhava na BR-277 emitiu uma ordem de parada para a caminhonete Ford F-1000 que seguia sentido Paraguai por volta de 2 horas da madrugada. Na Ponte da Amizade, os agentes pediram para que o motorista parasse, mas ele desobedeceu e avançou com o veículo. Um policial foi atropelado.

Mais à frente, seguranças da aduana brasileira conseguiram deter o homem. Tanto os seguranças quanto turistas que circulavam pela área de imigração da Polícia Federal quase foram atingidos pelo veículo, que seguia em alta velocidade e somente parou após atingir e arrastar por cerca de dez metros alguns obstáculos de proteção da aduana.

Com 41 anos de idade, o motorista paraguaio foi preso pelos crimes de tentativa de homicídio, resistência e receptação. Antes de ser contido, o homem ainda tentou agredir fisicamente os policiais e seguranças que estavam no local.

A caminhonete, que ele guiava fazendo uso de uma chave ‘micha’, havia sido furtada horas antes, em Foz do Iguaçu.

Há cerca de dois meses e meio, no último dia 7 de outubro, o mesmo homem havia sido preso em flagrante pela PRF, também na Ponte da Amizade, quando tentava cruzar a fronteira com um automóvel Volkswagen Voyage roubado dias antes, em Agudos do Sul (PR). Na ocasião, ele foi preso pelo crime de receptação.

Socorrido no local por uma equipe do Siate, o policial rodoviário federal segue internado, com diagnóstico de fratura no fêmur da perna esquerda. Ele ainda aguarda avaliação de ortopedista sobre uma eventual intervenção cirúrgica.

A ocorrência foi encaminhada à Delegacia da Polícia Federal em Foz do Iguaçu.

Previous ArticleNext Article