Paraguaios protestam contra quarentena restritiva em Cidade do Leste

Redação


Cidade do Leste, no Paraguai, divisa com Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná, amanheceu nesta quinta-feira (30) em clima de tensão. Moradores e trabalhadores protestam contra uma quarentena restritiva que foi determinada pelo governo paraguaio na quarta-feira.

Durante o protesto, na noite de ontem, manifestantes depredaram veículos e prédios de Cidade do Leste, sendo necessário o uso da força para contê-los. De acordo com a polícia, 60 pessoas foram presas e seis ficaram feridas na ação. O protesto só foi contido depois de duas horas.

A manifestação ocorreu na zona primária de Ciudad del Este, próximo a Aduana paraguaia, na cabeceira da Ponte Internacional da Amizade. “Nós só queremos trabalhar. Não estamos pedindo nada ao governo, só pedimos que nos deixem trabalhar, Ciudad del Este precisa ser livre”, afirmou um manifestante à Rádio Concierto FM.

O governo paraguaio retrocedeu a decisão de flexibilização das atividades econômicas, optando pelo fechamento total do comércio e a decisão foi tomada após o aumento no número de casos da Covid-19 no departamento de Alto Paraná, que corresponde 40% das confirmações de doença do país.

De acordo com o último boletim epidemiológico, o Paraguai tem 4.866 casos do novo coronavírus e 46 mortes. O resultado da restrição será avaliado após 14 dias e pode ser renovado.

*Com informações da Tarobá News

Previous ArticleNext Article