Paraná segue com alerta de tempestade, ventos fortes e granizo nesta segunda

Vinicius Cordeiro

paraná curitiba tempestades tempo

O Paraná segue em alerta para tempestades, ventos fortes e granizo nesta segunda-feira (28). De acordo com o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), a região Centro-Sul do Estado, que abrange Curitiba e região, deve registrar os piores fenômenos e pode ter os piores estragos.

A previsão do alerta para a região Sul do Paraná é que as chuvas devem ficar entre 30 e 60 milímetros por hora. Os ventos devem variar entre 60-100 km/h, além do risco de queda de granizo. Com isso, há risco do corte de energia elétrica, estragos em plantações, quedas de árvores e alagamentos.

Já na parte norte do Estado, a chuva pode ficar entre 20 e 30 mm/h, com ventos entre 40-60 km/h. e queda de granizo. Ou seja, os riscos de estragos são menores.

O temporal de ontem (27) deixou 144 mil unidades sem energia elétrica, mas não deixou ninguém ferido. Segundo a Coordenadoria Estadual da Defesa Civil do Paraná, nove municípios foram atingidos e 2.382 pessoas foram afetadas. Em Curitiba, 630 pessoas foram afetadas e 55 casas ficaram danificadas em diversos bairros da capital.

De acordo com a Copel (Companhia Paranaense de Energia), 53 mil unidades consumidoras ainda estão sem luz no Paraná às 13h30 desta segunda.

PREVISÃO DO TEMPO EM CURITIBA E NO PARANÁ

O Simepar (Sistema Meteorológico do Paraná) afirma que Curitiba registrou vento de 61,6 km/h nesta segunda. Ontem, a rajada mais forte foi de 50,8 km/h. Em Colombo, na Região Metropolitana, os ventos chegaram a 80,3 km/h. Em Maringá, as rajadas mais fortes foram de 97km/h. 

“Em Curitiba e RMC os acumulados oscilam entre 20 e 30 mm. Na metade norte as chuvas registradas foram muito isoladas e neste final de manhã as áreas de instabilidade estão concentradas entre o sul do setor Noroeste, estendendo-se até as praias”, avaliou o meteorologista Reinaldo Kneib.

Depois desta segunda-feira chuvosa, a tendência é que a onda de calor prevaleça em todo o Paraná. Na quarta-feira (30), a previsão da máxima em Curitiba é de 32 ºC enquanto as cidades da parte Norte do Estado, como Londrina e Paranavaí, vão chegar a 38 ºC.

INMET EMITE ALERTAS DE TEMPESTADE NO PARANÁ: COMO SE PROTEGER

Representação dos alertas na região Sul do Brasil.(Reprodução/Inmet)

De acordo com o INMET, não é recomendado se abrigar embaixo de árvores em caso de ventos fortes. Isso porque há risco de queda de galhos e descargas elétricas. Além disso, não estacione veículos próximos a torres de transmissão e placas de transmissão.

Se for possível, também é sugerido desligar os aparelhos eletrônicos e o quadro geral de energia.

Por fim, para mais informações sobre o que não fazer durante uma tempestade, fale com a Defesa Civil (telefone no 199) ou Corpo de Bombeiros (telefone 193).

O Inmet classifica seus avisos de quatro formas. A cor verde quer dizer que nenhum fenômeno está previsto. Já a cor amarela representa perigo potencial.

Por fim, a cor laranja apresenta perigo, enquanto a cor vermelha significa ‘grande perigo’. Ao todo, 295 municípios do estado estavam sob o sinal laranja do Instituto – o que significa perigo.

Previous ArticleNext Article