Paraná confirma mais vinte mortes por gripe

Mariana Ohde


Dados atualizados da gripe divulgados nesta quarta-feira (13) pela Secretaria da Saúde mostram que o Paraná já registrou 978 casos da doença, sendo 907 de H1N1. Os números são a soma dos casos de Síndromes Respiratórias Agudas Graves (SRAG) registrados desde o início do ano.

Também foram confirmadas 188 mortes, 171 referentes ao vírus H1N1. Os óbitos ocorreram em 20 das 22 Regionais de Saúde e todas já tiveram registro de casos de SRAG. A região de Curitiba concentra o meio número de casos de Influenza – 264 casos e 36 óbitos -, seguida da região de Maringá – 154 casos e 14 óbitos. Todos os dados estão disponíveis no boletim.

“Os dados mostram que o vírus H1N1 é o que está em maior circulação e em todas as regiões do estado”, comenta a chefe do Centro estadual de Epidemiologia, Júlia Cordellini.

Prevenção

Com o aumento do número de casos de gripe durante o inverno, o Governo do Paraná lançou nesta semana a campanha ‘Não espalhe a gripe. Espalhe essas dicas’. O material dá orientações à população sobre como evitar a transmissão da gripe e apresenta sintomas que caracterizam a doença.

“Esta campanha é mais uma estratégia de informação e conscientização para população paranaense sobre a importância de prevenir que a gripe se espalhe. A manutenção de hábitos simples, como lavar bem as mãos frequentemente, fazem uma grande diferença”, orienta a chefe do Centro estadual de Epidemiologia da Secretária da Saúde, Júlia Cordellini.

Além da lavagem das mãos, a campanha também orienta as pessoas a evitarem o contato com quem estiver com a doença, cobrir a boca e o nariz com o antebraço ou lenço descartável ao tossir ou espirrar, beber muito líquido e manter uma alimentação saudável.

Para reconhecer o quadro da doença, o material informativo também destaca os principais sintomas da gripe como garganta inflamada, febre, tosse, dores no corpo, cansaço e calafrios. “Também é importante destacar que na presença desses sintomas é recomendável procurar um serviço de saúde”, diz Júlia.

Previous ArticleNext Article
Repórter no Paraná Portal
[post_explorer post_id="372557" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]