Paraná registra três novas mortes e chega a 104 óbitos por coronavírus

Redação

covid-19 curitiba

O Paraná registrou três novas mortes por coronavírus nas últimas 24 horas e, com isso, chegou a 104 vítimas pela doença. Conforme o boletim divulgado hoje (7) pela Sesa (Secretaria de Estado da Saúde), são 1.656 casos confirmados – 29 a mais em relação a ontem (6).

Além disso, o balanço mostra que 644 pessoas já são consideradas recuperadas.

Das três mortes, dois eram homens – um de Cambé e outro de Maringá, na região norte do Paraná – com 62 e 49 anos, respectivamente. Já a terceira vítima foi uma mulher de 80 anos, moradora de Curitiba.

CORONAVÍRUS NO PARANÁ

Conforme a Sesa, 42 cidades do Paraná já tiveram mortes confirmadas por coronavírus.

  • Curitiba – 27 mortes por coronavírus
  • Londrina – 14
  • Maringá – seis
  • Campo Mourão, Cascavel e Paranavaí – quatro
  • Fazenda Rio Grande – três
  • Apucarana, Campo Largo, Foz do Iguaçu, Guaíra, Ivaiporã, Paranaguá e Pinhais – duas
  • Arapongas, Araruna, Bandeirantes, Cambé, Campina da Lagoa, Campina Grande do Sul, Cianorte, Guairacá, Iretama, Jussara, Manoel Ribas, Mirador, Pato Branco, Primeiro de Maio, Quatiguá, Ribeirão do Pinhal, Santa Fé, Santa Mônica, Santo Antônio do Caiuá, São João do Caiuá, São João do Ivaí, São José dos Pinhais, Siqueira Campos, Tamboara, Terra Boa, Umuarama, Uraí e Verê – uma morte por Covid-19.

Os novos casos confirmados são de residentes em: Apucarana (4), Campina Grande do Sul (1), Campo Largo (3), Colombo (1), Curitiba (7), Foz do Iguaçu (1), Guaraci (1), Itaperuçu (1), Lapa (1), Mallet (1), Paranavaí (1), Pinhais (1), Piraquara (1), Ponta Grossa (2), São João do Caiuá (2), Tamboara (1) e Telêmaco Borba (1).

Por fim, vale lembrar que a Sesa identificou 22 pacientes que moram em outros estados e que tiveram o diagnóstico no Paraná. Duas novas confirmações foram contabilizadas nesta quinta-feira (7), sendo que ambos são moradores do Pará, na região norte do país. Três pessoas residentes de outros locais morreram em decorrência da Covid-19.

Previous ArticleNext Article