Fábrica de caminhões deve investir R$ 102 milhões e gerar 300 empregos no Paraná

Redação

Fábrica de caminhões deve investir R$ 102 milhões e gerar 300 empregos no Paraná

A montadora de caminhões TatraBras assinou acordo com o Governo do Paraná nesta quinta-feira (03) para investir R$ 102 milhões até 2026 em uma fábrica em Ponta Grossa, região dos Campos Gerais.

A estimativa é que 300 empregos diretos sejam gerados pela abertura da fábrica de caminhões, sendo que a preferência será pela contratação de mão de obra local.

Ainda serão selecionados dez estudantes brasileiros para participarem de um período de intercâmbio na sede da empresa na cidade de Kopřivnice, na República Tcheca.

“A Tatra é um grande player mundial em caminhões pesados. O Brasil tem uma demanda gigante nesse setor porque é um grande produtor de álcool, de minério e de celulose a partir de campos florestais”, avaliou o governador do Paraná, Ratinho Junior.

A TatraBras espera iniciar as atividades em Ponta Grossa a partir de fevereiro de 2021. Serão produzidos pela empresa veículos off-road 6×6 e 8×8 para os setores de mineração, florestal e sucroalcooeleiro e também automóveis pesados voltados para as áreas militares e de defesa.

“O Paraná foi escolhido pela pujança, pelo relacionamento entre as entidades empresariais, pela competitividade de Ponta Grossa. Fizemos uma pesquisa muito forte de concorrência antes desse investimento”, explicou o presidente da TatraBras, Rui Lemes.

A chegada da TatraBras deve ampliar a participação de 15% do Paraná na produção nacional de veículos, segundo números da Anfavea (Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores).

Atualmente cerca de 600 indústrias automotivas são sediadas no Paraná, com destaque para montadoras globais como a Renault, Volkswagen-Audi, Volvo, DAF, New Holland e Caterpillar,

Esse setor fechou 2019 como o quinto maior pauta das exportações do Paraná, registrando US$ 668 milhões em receitas – 4,1% de todos os embarques do estado.

Apenas produtos do agronegócio – soja, milho e carnes, ficaram na frente das exportações do setor automotivo do Paraná, segundo maior do país, atrás apenas de São Paulo (US$ 1,5 bilhão exportados em 2019).

LEIA MAIS: Embraer anuncia corte de 14,5% de sua força de trabalho devido à crise

Previous ArticleNext Article