Paraná tem a quarta melhor nota do ensino médio no Brasil, aponta Ideb

Redação


O Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica), que mede a qualidade do ensino, aponta que o Paraná tem a quarta melhor nota do ensino médio entre as redes estaduais do Brasil.

O estudo, divulgado nesta terça-feira (15), é feito a cada dois anos e reflete as avaliações feitas no ano passado. Nesse cenário, o Paraná conseguiu obter o maior crescimento de nota – passou de 3,7 para 4,4 – e registrou a maior evolução desde 2005. Além disso, o Estado ainda aparece em terceiro no ranking se somadas as notas das escolas federais e privadas.

Além disso, o Paraná ocupa o primeiro lugar entre as redes estaduais no Ensino Fundamental – Anos Iniciais (até o  5º ano), com nota de 6,8. Já nos ‘Anos Finais’ (6° ao 9° ano), o Paraná é o terceiro colocado.

GOVERNADOR E SECRETÁRIO DO PARANÁ COMEMORAM RESULTADOS NO IDEB

“A educação do Paraná registra um crescimento expressivo. Há anos a Educação do Estado vinha andando de lado. Agora o Ideb mostra que a qualidade do ensino melhorou. Isto só foi possível graças a um esforço conjunto, a aplicação de novas tecnologias e principalmente pelo grande trabalho dos profissionais da nossa rede”, avaliou o governador Ratinho Junior sobre os resultados no Ideb.

Já o secretário de Estado da Educação e do Esporte do Paraná (SEED), Renato Feder, destacou que, além do bom desempenho no ensino médio, o Paraná teve crescimento absoluto de 0,5 ponto, e foi um seis estados a bater a projeção do INEP (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira) para 2019. Somente Bahia e Pará tiveram o desempenho semelhante.

O resultado do Ideb de 2019 mostra que o desempenho do Paraná cresceu em quase todos os municípios do Estado. Dos 399 cidades do Estado, houve alta na nota em 359 cidades. Destas, 336 atingiram a meta estipulada no Ensino Médio.

O mesmo aconteceu na qualidade do ensino entre os alunos do Ensino Fundamental Anos Finais. Houve alta 336 municípios, e 140 atingiram a meta. “Isto reflete o bom trabalho dos professores, a redução da evasão e da reprovação dos alunos e o melhor treinamento do profissional da Educação”, diz Feder.

Por fim, os dados do Ideb também mostram que houve redução da diferença da nota entre o ensino privado e o ensino público no Paraná. No Ensino Médio, a queda foi de 2,2 para 2,0 pontos e nos Anos Finais foi de 2,1 para 1,6 ponto. No primeiro caso, o número ultrapassou a rede privada em 0,4 ponto.

Feder avalia que o crescimento é resultado de um intenso trabalho da rede estadual de ensino. “Com a divulgação dos números do Ideb queremos reconhecer e parabenizar a atuação de nossos professores. O ranking mostra a atuação de toda a nossa rede e que estamos no caminho certo para o desenvolvimento das alunas e alunos”, completa.

Previous ArticleNext Article