Paraná registra o menor número de homicídios dolosos em 13 anos

Redação

paraná homicídios

O Paraná registrou, em 2019, o menor número de homicídios dolosos dos últimos 13 anos. Foram 1.780 assassinatos no ano passado, 175 a menos que 2018, quando foram registrados 1.955 casos. No total, os dados da Secretaria de Estado da Segurança Pública apontam queda de 9%.

Dos 399 municípios paranaenses, 143 não registraram nenhum homicídio em 2019. Além disso, 195 cidades do Paraná (48,8% dos municípios) tiveram menos de cinco mortes durante todo o ano.

As estatísticas de homicídios dolosos são registrados desde 2007, quando foram registradas 2.647 mortes. Ou seja, o estado tem uma queda de 32,7% nesses 13 anos. Além disso, o maior número de registros ocorreu em 2010, com mais de 3 mil mortes (45,6% a mais que em 2019).

CURITIBA E RM TÊM QUEDA

O relatório da Secretaria de Segurança Pública divide o estado em 23 AISP (Áreas Integradas de Segurança Pública). 16 dessas áreas tiveram queda nos homicídios dolosos, com menos de 100 crimes deste tipo de crime em 2019. Apenas duas regiões tiveram número de mortes superior a esse índice: Curitiba e a Região Metropolitana.

Contudo, a área referente ao município de Curitiba foi a que mais reduziu o número homicídios dolosos no Paraná. Foram 48 a menos em 2019, se comparado com o ano anterior. A queda foi de 16,3%.

Já a 2ª AISP, correspondente à Região Metropolitana da capital do Paraná também teve redução nos homicídios. Foram 46 mortes a menos (-11%) para os 22 municípios. Os destaques foram os municípios de Agudos do Sul (-85%), Campina Grande do Sul (-61%), Colombo (-23%) e Rio Branco do Sul (-75%).

Em São José dos Pinhais, que recebeu em agosto do ano passado o projeto-piloto Em Frente Brasil, do Ministério da Justiça, foram 10 mortes a menos (-14,4%).

OUTRAS REGIÕES DO PARANÁ COM DESTAQUE 

A 5ª AISP, com sede em São Mateus do Sul, que compreende nove municípios, teve a maior diminuição percentual no Estado: 62,8%. Foram 13 homicídios em 2019 contra 35 em 2018. Entre os nove municípios, o que mais se destacou foi a Lapa, com queda de 93,3%. Passou de 15 homicídios dolosos em 2018 para apenas um em 2019.

A 21ª AISP, de Cornélio Procópio, com 20 municípios, registrou a segunda maior redução: 48,3%, com 17 homicídios a menos. Somente o município de Cornélio Procópio teve 71% de queda (sete mortes em 2018 para duas mortes em 2019).

Na 12ª AISP, de Foz do Iguaçu, que inclui a sete municípios, a diminuição foi de 18% (110 mortes em 2018 e 90 casos em 2019). Somente em Foz, a incidência caiu 20,4%: ocorreram 88 mortes em 2018 e 70 em 2019. Também na região oeste do Paraná, Cascavel teve redução de 34%, com 35 mortes em 2019 após ter 53 óbitos no ano anterior.

Em Maringá a queda foi de 22,5%. Foram sete mortes a menos de janeiro a dezembro de 2019 em comparação com janeiro a dezembro de 2018. A 17ª AISP, de Maringá, com 25 municípios, apontou redução de 10%, com nove mortes a menos no período.

“É uma vitória alcançar boas reduções, principalmente no interior do Paraná. Mas não podemos nos esquecer que, mais importante que os dados, é a sensação de segurança e a prevenção, e isso nos faz continuar trabalhando cada vez mais, para fornecer segurança a todos os paranaenses”, finaliza o secretário da Segurança Pública, Rômulo Marinho Soares.

Previous ArticleNext Article