Paraná poderá ganhar Hospital Público Veterinário

Jordana Martinez


Redação com AEN

O governador Beto Richa visitou nesta sexta-feira (07) a unidade da Zona Leste do Hospital Público Veterinário de São Paulo, no bairro Tatuapé, para conhecer o modelo e a experiência da instituição. Ele conversou com as pessoas que aguardavam o atendimento de seu animal de estimação. “Pretendo levar esse projeto para o Paraná. Fiquei emocionado com os depoimentos das pessoas que vieram buscar cuidados para seus animais e foram muito bem atendidas”, afirmou o governador.

A cidade conta com duas unidades para atender animais domésticos, frutos de um convênio, inédito na América Latina, entre a Prefeitura de São Paulo e a Associação Nacional de Clínicos Veterinários de Pequenos Animais (Anclivepa). Juntos, as duas unidades atendem cerca de 400 cães e gatos por dia, com serviços de consultas, cirurgias, exames laboratoriais, medicação e internação. A unidade da Zona Leste funciona desde 2012 e a da Zona Norte foi instalada em 2014.

PRIORIDADE

O serviço é destinado apenas para os moradores da cidade de São Paulo. A prioridade de atendimento é para os inscritos em programas sociais, como o Renda Mínima e o Bolsa Família, além de protetores de animais cadastrados e pessoas sem condições de pagar atendimento particular.

O deputado estadual Roberto Trípoli, autor do projeto que criou o Hospital Público Veterinário, e o deputado federal Ricardo Trípoli acompanharam a visita. Ambos são engajados na causa da defesa animal.

 

ABANDONO

Neste mês, a Reda lançará a campanha Paraná Livre de Abandono, com o objetivo sensibilizar donos ou pessoas que têm interesse em adquirir cães e gatos sobre as responsabilidades da guarda desses animais.

“Observamos o aumento no abandono de animais, porque as pessoas compram ou adotam sem conhecer suas especificidades e abandonam quando eles ficam velhos ou doentes”, explica a coordenadora de Educação Ambiental da Secretaria do Meio Ambiente, Daniela Miranda, responsável pela Reda. “Tanto os animais de raça quanto os sem raça definida têm muito amor para oferecer, mas demandam cuidados”, ressalta.

Paraná conta com rede de proteção animal

Em 2014, o Governo do Paraná criou, por meio de decreto do governador Beto Richa, a Rede Estadual de Direitos Animais (Reda), responsável pela elaboração, implantação e acompanhamento da Política Estadual de Direitos Animais. A Reda é coordenada pela Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos e conta com a participação de outras nove secretarias estaduais e de órgãos de proteção animal.

Entre suas atribuições, está o mapeamento de unidades que trabalham com o acolhimento, castração e resgate de animais domésticos e domesticados e campanhas de vacinação e controle de zoonoses nos municípios paranaenses.

Previous ArticleNext Article
Profissional multimídia com passagens pela Tv Band Curitiba, RPC, Rede Massa, RicTv, rádio CBNCuritiba e BandNewsCuritiba. Hoje é editora-chefe do Paraná Portal.
[post_explorer post_id="423833" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]