Paraná registra queda nos roubos e furtos no primeiro semestre de 2021

Redação

Paraná registra queda nos roubos e furtos no primeiro semestre de 2021

Segundo números da Secretaria de Estado da Segurança Pública, o Paraná registrou 6.886 ocorrências a menos de furtos e roubos no primeiro semestre de 2021 em comparação ao mesmo período do ano passado.

Esses números representam uma média de 38 ocorrências diárias a menos desses crimes no estado nos seis primeiros meses deste ano.

Ao todo foram registrados no período 85.907 ocorrências contra 92.793 do primeiro semestre de 2020, queda de 7,4% nesses indicadores.

“Nosso trabalho com as forças de segurança estaduais é integrado, pautado em muito estudo para entender os principais pontos da criminalidade, aliado ao planejamento estratégico e ações de inteligência para combater diretamente o foco do problema. Não só para reduzir a criminalidade, mas para aumentar a segurança dos paranaenses”, explicou o secretário da Segurança Pública, Romulo Marinho Soares.

Analisando apenas as ocorrências de roubos, esse delito apresentou redução de 29,5% no Paraná na comparação entre os semestres, com o registro de 13.433 casos contra 19.073.

Entre as Áreas Integradas de Segurança Pública, Curitiba apresentou a maior queda nas ocorrências desse crime com 37,4% (7.641 para 4.777), seguida por Paranaguá (37,3% com 715 para 448 casos) e Londrina (34,04% com 1.566 para 1.033).

Apenas as Áreas Integradas de Segurança Pública de Umuarama (de 194 casos subiu para 197) e Cornélio Procópio (de 101 subiu para 113) registraram acréscimo em roubos na comparação entre os semestres.

Em apenas duas AISPs houve um pequeno aumento no crime de roubo no comparativo do primeiro semestre de 2020 e 2021 – a 15ª (Umuarama), que abrange outros 29 municípios da região Noroeste do Estado, de 194 subiu para 197, e a 21ª (Cornélio Procópio), que também inclui outros 19 municípios do Norte Pioneiro, passando de 101 para 113.

“A redução se deve ao empenho de todos os nossos policiais militares, especialmente aos que estão nas ruas, e também aos comandantes de unidades, que têm feito o planejamento das operações, e a toda estrutura administrativa que eles têm para dar suporte ao pessoal de rua”, analisou o comandante-geral da Polícia Militar do Paraná, coronel Hudson Leôncio Teixeira.

Já nos casos de furtos a queda foi de 1,69%, passando de 72.474 ocorrências contra 73.720 na comparação entre os semestres. As maiores quedas por Áreas Integradas de Segurança Pública foram registradas em Jacarezinho (-16,4%), Campo Mourão (-11,7%) e Paranaguá (-11,6%).

Já as Áreas Integradas de Segurança Pública de São José dos Pinhais (3,2%); de Ponta Grossa (0,97%); São Mateus do sul (9,6%); Laranjeiras do Sul (14,6%); Cascavel (5,9%); Toledo (4,3%); Maringá (5,3%) e de Apucarana (+2,7%) registraram alta em furtos.

“A Polícia Civil investiu muito em tecnologia e isso contribui para melhoria dos índices de solução dos crimes. A medida que melhoramos esses índices de solução, a certeza de impunidade também deixa de existir e, com isso, vamos efetivamente produzir provas de qualidade para que o criminoso seja condenado pelos seus atos”, finalizou o delegado-geral da Polícia Civil do Paraná, Silvio Jacob Rockembach.

LEIA MAIS: Homeschooling no Paraná é aprovado em primeiro turno na Assembleia

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="785579" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]