Paraná recebeu 455 refugiados em 2016

Andreza Rossini


Do Metro Curitiba 

O governo do Paraná divulgou, com base em dados da Polícia Federal, que 455 pessoas pediram refúgio no Estado em 2016.

Ontem foi celebrado o Dia Mundial do Refugiado, mas as comemorações em Curitiba ocorrem nesta quarta-feira (21). A maioria dos imigrantes que chegam ao Paraná, segundo a Seju (Secretaria de Justiça), vêm do Líbano, Haiti, Síria, Palestina, Índia, Iraque, Jordânia, Cuba, Egito, Paquistão, Turquia, e Venezuela.

A maioria destes países passa hoje por guerras ou graves turbulências sociais.

O governo inaugurou, no ano passado, o Centro de Informação para Migrantes, Refugiados e Apátridas, um escritório no centro de Curitiba que dá aos estrangeiros informações sobre como acessar as políticas públicas.

Hoje, a partir das 9h30, o local (R. Des. Westphalen, 15; no 13º andar), receberá a assinatura de um “protocolo de intenções”, por parte de vários órgãos oficiais, para assegurar os direitos dos refugiados. “Esse documento é uma maneira de colocar em prática as garantias legais a quem chega ao Estado, como questões de visto, trabalho e educação”, afirma Artagão Júnior, Secretário da Justiça, Trabalho e Direitos Humanos.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="438223" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]