Paraná registra mais uma morte por dengue

Mariana Ohde


O Paraná registrou mais uma morte em decorrência de dengue na última semana. O óbito foi na cidade de Bela Vista do Paraíso, região norte. Desde o começo do ano, 61 mortes foram confirmadas em todo o Paraná.

Já são mais de 55 mil casos de dengue confirmados desde agosto de 2015, sendo 51.583 autóctones – quando a doença é contraída dentro do estado. Nesta última semana, os municípios Primeiro de Maio, na região norte, e Nova Esperança, no noroeste do estado, entraram para a lista de cidades com incidência de dengue. Agora, já são 87 municípios em situação de epidemia e 320 com casos confirmados.

Paranaguá segue sendo a cidade com mais casos confirmados. São 16.444 casos de dengue e 30 óbitos causados pela doença. Em seguida, Foz do Iguaçu tem 10.532 casos e 18 óbitos; Londrina tem 9.210 casos e quatro óbitos e Maringá tem 7.324 casos e dois óbitos.

Uma nova ocorrência do vírus da zika foi registrada, subindo de 320 para 321. No entanto, o Paraná não registrou mais nenhum caso de chikungunya – o número permanece estável em 71 casos.

Os dados são do novo boletim da Secretaria Estadual de Saúde divulgado nesta terça-feira (19).

Monitoramento

O monitoramento do mosquito Aedes aegypti no Paraná começou nesta segunda-feira (18). O Levantamento Rápido do Índice de Infestação (LIRAe) tem o objetivo identificar a ocorrência de focos do mosquito transmissor da dengue, vírus zika e febre chikungunya. Agentes vão às ruas para o fazer a fiscalização e acompanhamento. Até o dia 17 de agosto, devem ser vistoriados 25.857 imóveis só em Curitiba.

O LIRAe, é feito em todo Brasil e tem como objetivo identificar a ocorrência de focos do mosquito em municípios com mais de 9 mil imóveis.

Previous ArticleNext Article
Repórter no Paraná Portal
[post_explorer post_id="373816" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]