Paraná se prepara para massa de ar polar que chega ao estado nesta terça-feira

Redação

frio geada neve curitiba paraná

O Governo do Paraná criou um plano de contingência para atender a população durante a massa de ar polar que deverá derrubar as temperaturas no estado a partir desta terça-feira (27).

De acordo com o Sistema de Tecnologia e Monitoramento Ambiental do Paraná (Simepar), a onda seguirá o padrão do inverno paranaense, caracterizado por um clima frio e seco. São esperadas temperaturas mínimas variando entre -1 °C e -5 °C.

Os esforços no estado são preventivos e contam com diferentes secretarias. Coordenados pela Defesa Civil do Paraná, os esforços reforçam o os cuidados principalmente com a população mais vulnerável.

“O Governo do Estado está monitorando constantemente o avanço dessa onda de frio para amenizar os seus efeitos. A Defesa Civil está mobilizada e em contato frequente com o Simepar para antecipar cenários e medidas de combate à possibilidade de um frio rigoroso”, ”, disse Guto Silva, secretário-chefe da Casa Civil.

No último domingo, a Defesa Civil já havia emitido um alerta para baixas temperaturas nos próximos dias no estado. Segundo o Simepar, o frio mais rigoroso será sentido entre os dias 28 e 30 de julho, especialmente nas regiões Sudoeste, Sul, Central e Campos Gerais. Nesse período há indicativo para ocorrência de geadas fortes e generalizadas em todo o Paraná.

FRIO CHEGA FORTE, MAS NÃO HÁ NECESSIDADE DE PÂNICO, OBSERVA DEFESA CIVIL

Apesar da considerável queda nas temperaturas ao longo desta semana na Região Sul, a Defesa Civil do estado reforça que os termômetros devem acompanhar os invernos anteriores. Na Região Metropolitana de Curitiba, Norte e Oeste, por exemplo, há previsão de valores oscilando entre 0°C e -3°C. Já no Litoral deve chegar a 5ºC.

“Estamos acompanhando as informações meteorológicas constantemente e os modelos indicam que será frio, mas não tão intenso como algumas previsões que circulam por aí. Não teremos -10ºC, -12ºC. Será tudo dentro do padrão de um inverno mais rigoroso no Paraná”, destacou o chefe da Comunicação Social da Defesa Civil, capitão Marcos Vidal.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="778363" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]