Em uma semana, gripe mata seis pessoas no Paraná

Andreza Rossini

O novo boletim da gripe divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde (Sesa), na quinta-feira (14), aponta que seis pessoas morreram vítimas da doença no Paraná, em uma semana. Ainda de acordo com Sesa, desde o início do ano foram registradas 24 mortes em decorrência da doença no estado.

O levantamento aponta que Curitiba e Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná, são os municípios com mais casos de morte por gripe neste ano, com quatro casos cada. Dos óbitos desta semana, dois ocorreram na capital e os outros foram em Astorga, Colorado, São Matheus do Sul e Guarapuava.

O Paraná teve 1690 casos de gripe, destes 178 foram casos confirmados de Influenza. Das 24 vítimas, 23 estavam no grupo de risco e seis haviam se vacinado. Dezoito dos óbitos foram de pessoas com mais de 60 anos.


A campanha de vacinação contra a doença segue até a próxima sexta-feira (22), em todo o Brasil.

Conheça os grupos com indicação da vacina na rede pública: 

  • Crianças de 6 meses de idade a 4 anos, 11 meses e 29 dias;
  • Idosos com 60 anos ou mais;
  • Pessoas com doenças crônicas não-transmissíveis e outras condições clínicas especiais, como trissomias, doença respiratória, cardíaca, renal, hepática e neurológica crônica, diabetes, imunossupressão, obesidade e transplantados (neste caso, se não fizer o acompanhamento na unidade de saúde é preciso apresentar solicitação ou prescrição médica com o motivo da indicação da vacina);
  • Gestantes, independente do mês gestacional;
  • Mulheres em pós-parto, até 45 dias após o nascimento do bebê (apresentar certidão de nascimento do bebê, cartão-gestante ou documento do hospital em que ocorreu o parto)
  • Trabalhadores da saúde (apresentar declaração do vínculo de atuação);
  • Professores de escolas públicas ou privadas (apresentar documento que comprove vínculo de atuação, como crachá ou declaração da instituição em que atua).

 

Post anteriorPróximo post
Comentários de Facebook