Passageiros e operadores de ônibus terão temperatura aferida ao entrar em terminais

Para reforçar o combate à disseminação da Covid-19 (coronavírus) em Curitiba e Região Metropolitana, passageiros e opera..

Redação - 21 de agosto de 2020, 17:24

 Hully Paiva/SMCS
Hully Paiva/SMCS

Para reforçar o combate à disseminação da Covid-19 (coronavírus) em Curitiba e Região Metropolitana, passageiros e operadores de ônibus terão a temperatura aferida ao entrar em terminais da cidade.

Segundo a URBS (Urbanização de Curitiba), os termômetros para medição começaram a ser instalados hoje (21), e até o início de setembro serão implantados 43 equipamentos de parede nos 21 terminais da capital.

Os terminais de maior circulação de pessoas – como Pinheirinho, Santa Cândida, Capão Raso, Boqueirão e Cabral - vão receber mais de um termômetro, para evitar a formação de filas. Na semana passada, foram implantados três termômetros no terminal do Santa Cândida, que já estão em funcionamento.

SAIBA COMO VAI FUNCIONAR A MEDIÇÃO DA TEMPERATURA NOS TERMINAIS DE ÔNIBUS EM CURITIBA

Conforme a URBS, a medição é rápida, dura cerca de cinco segundos. Basta o passageiro se posicionar em frente ao equipamento e conferir sua temperatura.

O termômetro marca normalmente até 37,8ºC. Acima dessa temperatura é acionado um alarme, com luzes vermelhas.

A orientação é para que pessoas com temperatura acima de 37,8º C não embarquem nos ônibus e procurem assistência médica para verificar o motivo da alteração da temperatura.

Além dos termômetros, os terminais contam com dispensers de álcool gel e o Exército, em parceria com a Urbs, vêm fazendo a sanitização especial dos ônibus com quaternário de amônio.

A desinfecção dura cerca de 3 minutos e é realizada logo após o ônibus desembarcar todos os passageiros no terminal. Toda frota operante da capital, de cerca de 900 veículos será higienizada. Os veículos de transporte metropolitano também estão sendo sanitizados.