Pastor é preso no Paraná por estupro de uma adolescente em São Paulo

Um pastor foi preso nesta quarta-feira (30), em Ponta Grossa, região dos Campos Gerais do Paraná, acusado de estupro con..

Jorge de Sousa - 01 de outubro de 2020, 15:12

Reprodução/CNM
Reprodução/CNM

Um pastor foi preso nesta quarta-feira (30), em Ponta Grossa, região dos Campos Gerais do Paraná, acusado de estupro contra uma adolescente de 13 anos em Rafard, interior do estado de São Paulo.

O abuso sexual teria ocorrido a partir do final de 2019, quando o pastor e a esposa conseguiram a guarda da adolescente, após a jovem ter sido tirado da tutela dos pais também por casos de violência sexual.

"Essa mesma adolescente já tinha sido abusada sexualmente pelo pai. Ele abusou dela e também das outras duas enteadas. Ele está preso preventivamente desde então", explicou a delegada titular do Município de Capivari, Maria Luísa Dalla Bernardina Rigolin.

Quando a mãe da adolescente conseguiu novamente a guarda dela em julho deste ano, percebeu comportamentos estranhos na jovem e também na relação dela com o pastor.

Após a denúncia, o pastor abandonou o cargo de guarda municipal em Capivari, município vizinho a Rafard, e se tornou foragido, vindo morar na casa do ex-cunhado em Ponta Grossa.

"Ele ficou foragido por dois meses e através de informações recebidas e do trabalho conjunto com a PCPR (Polícia Civil do Paraná) a gente conseguiu localizá-lo e cumpriu o mandado de busca e prisão".

O pastor está preso preventivamente na Penitenciária Doutor José Augusto César Salgado, em Tremembé,  também no interior de São Paulo. A Guarda Municipal de Capivari já iniciou o processo de expulsão do homem da corporação.

Ele será indiciado pelo crime de estupro de vulnerável, enquanto a esposa responderá pelos crimes de estupro de vulnerável por omissão e por tortura física e psicológica praticada contra a adolescente.

A jovem atualmente está morando com a irmã mais velha e segue sob a guarda legal da mãe.

LEIA MAIS: Homem que dirigia carro roubado morre em confronto policial na Grande Curitiba