PCPR mira organização responsável por aplicar golpes do bilhete premiado em três estados

Redação


A PCPR (Polícia Civil do Paraná) cumpre na manhã desta quarta-feira (2) cinco mandados de prisão e seis de busca e apreensão contra uma organização criminosa responsável por aplicar golpes do bilhete premiado no Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

Pelo menos seis vítimas do grupo já foram identificadas. Os mandados são cumpridos nos seguintes municípios: Curitiba, São José dos Pinhais, Araucária, Passo Fundo (RS).

De acordo com a PCPR, no momento do golpe, um dos integrantes do grupo criminoso finge ser uma pessoa simples que ganhou um bilhete premiado da loteria e conversa com a vítima. Os demais autores ficam ao redor dando veracidade à estória.

Em seguida, o principal suspeito afirma querer dividir a recompensa com a vítima e pede um valor para dar continuidade. Assim que a vítima dá o dinheiro, os indivíduos desaparecem.

Na maioria dos casos, as vítimas eram procuradas em saídas de farmácias ou de instituições bancárias. O grupo criminoso buscava pessoas idosas para aplicar o golpe.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="767859" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]