Pedagogos italianos querem fazer centro de pesquisa em Curitiba

Grupo está a procura de parcerias com escolas e a iniciativa privada. O objetivo é promover a sustentabilidade.

Redação - 10 de junho de 2022, 16:55

(Foto: Reprodução/Escola Parlenda)
(Foto: Reprodução/Escola Parlenda)

Pedagogos italianos, da cidade de Reggio Emilia, querem fazer um centro de pesquisa em Curitiba. Para isso, estão a procura de parcerias com escolas e a iniciativa privada. O objetivo é promover a sustentabilidade.

“Esse projeto tem como finalidade propor a reutilização criativa de resíduos nas escolas públicas e privadas de Curitiba por meio de uma parceria com a indústria e vínculo com Reggio Emília, na Itália”, observa a diretora da Escola Parlenda, Sônia Sillas.

Nesta semana, o grupo esteve reunido com o prefeito Rafael Greca. Foram apresentadas soluções que unem educação e sustentabilidade, além de possibilidades de intercâmbio entre a cidade de Reggio Emilia e Curitiba.

O projeto proporciona a coleta de material novo destinado ao descarte entre centenas de empresas da região e o apresenta novamente como recurso educativo. Isso acontece por meio dos ateliês que estudam seu potencial expressivo e através de uma distribuição a escolas e associações para projetos educativos e culturais. “Nossa meta é inaugurar um projeto Remida aqui em Curitiba para que possamos reforçar nossa referência como cidade inovadora e sustentável”, afirma Sônia.